h1

Munique e a Oktoberfest

janeiro 6, 2010

AlemanhaMunique é onde tudo acontece na Bavaria (Alemanha), e a capital da região com seus mais de 1.25 milhões de habitantes. A cidade é certamente o ponto de partida para qualquer viagem pela região e espere encontrar todas as coisas relacionadas ao estereótipo do alemão, de homens vestindo lederhosen nas ruas a bandas de oompah tocando aqui e ali, além claro dos mais belos castelos na Europa. Se a viagem foi programada para coincidir com a Oktoberfest (meio de setembro até o primeiro final de semana de outubro) então multiplique tudo por dois e prepare-se para as hordas de turistas.

Munique sozinha deveria receber a atenção do visitante por pelo menos três dias, mas ainda que se gaste uma semana na cidade este será, por certo, tempo bem empreendido. O sistema de transporte é super eficiente e o levará a qualquer canto em pouquíssimo tempo, e embora seja relativamente caro é extremamente preciso, e a compra de um cartão para uso ilimitado por um dia pode ser uma grande vantagem.  Há ainda outras formas econômicas como uma espécie de cartão que lhe permite viajar um determinado número de vezes no tempo que lhe for conveniente (minha escolha, e altamente recomendado dependendo de onde se está hospedado ou do que se pretende fazer).

Destaques
Uma visita a Munique não estaria completa sem a apreciação de alguns de seus cartões postais. Felizmente a maioria está concentrada na área central da cidade, e provavelmente em um dia é possível visitar a maior parte dos locais enquanto caminhando pelo centro. Dentre os mais interessantes está o imenso Residenz com mais de 500 anos de história arquitetônica e morada dos governantes da Bavaria de 1385 a 1918. Para apreciadores de história, ao lado do palácio está o Residenzmuseum com mais de 100 salas e um incontável número de tesouros e obras de arte.
Mais ao noroeste do centro, está o Schloss Nymphenburg (bonde número 17 a partir da estação central). O palácio era morada da família real no verão e sua construção data do século 17. O imenso parque ao redor merece uma longa caminhada e num dia ensolarado é uma experiência única. A cidade ainda possui diversas galerias de arte e museus para os mais variados gostos, pesquise as opções de acordo com seus interesses e verá que há um bom número delas.
Outra atração no verão é o Englischer Garten (oeste do centro). Nos meses do verão tomar um sol nu se torna a regra ao invés da exceção, e não é incomum avistar centenas de pessoas nuas tomando sol num dia qualquer da semana. De qualquer forma o local também vale uma visita ainda que somente para algumas cervejas. E finalmente para uma vista panorâmica da cidade, vá direto para o Olympiaturm (torre) no parque olímpico. A torre tem 290 metros de altura e em um dia claro dá para ter uma visão perfeita de toda a região, incluindo as montanhas.

Ao redor
Se está voando para Memmingen ao oeste de Munique, tente fazer uma parada em Ulm ao norte de Memmingen antes de ir rumo a Munique. Durante a semana pode ser uma boa idéia passar pelo menos uma noite, já que na cidade está uma das principais universidades da região e a vida noturna durante a semana é muito boa e barata – certamente um bom começo para quem está chegando. E não deixe de subir a torre da Ulmer Münster, a mais alta igreja da Europa, por seus 768 degraus para chegar ao topo com pouco mais de 150 metros de altura. A vista é fantástica.
Há ainda diversas pequenas cidades que merecem uma visita caso o tempo esteja ao seu lado, entre elas Wurzburg, Bamberg, Regensburg, Augsburg e Fussen. Caso não tenha tanto tempo em mãos, Fussen é um destino obrigatório, onde é possível apreciar os castelos de Neuschwanstein e Hohenschwangau – os principais cartões postais da Alemanha. Castelos que inspiraram gerações de escritores, entre eles Walt Disney (o castelo no parque da Disney é uma mera réplica de Neuschwanstein). O tour pela região sul da Bavaria (incluindo os castelos e um pouco mais) pode ser organizado em Munique por diversas operadoras de turismo, e custa em torno de 30 a 50 euros, leva um dia todo e vale cada centavo. É possível organizar o tour por conta própria já que há trens regulares para a região.

Cerveja
Beber uma cerveja não é só parte da diversão em Munique mas uma razão para se visitar o local. Pesquisas apontam que os alemães bebem em média 130 litros de cerveja por ano, mas os residentes de Munique bebem muito mais. Os locais costumam ser muito amigáveis com estrangeiros, espere ver copos de cerveja em todos os formatos imagináveis (tente levar um para casa) e comida barata. Além disso na maior parte dos “beer gardens” você pode levar sua própria comida. Alguns lugares recomendados são o Hirschau e o Augustiner Keller.

Oktoberfest
Reserve um momento de sua vida para esse incrível festival. A maioria dos visitantes retornam ano após ano, e não será mais uma surpresa depois de constatar isso com seus próprios olhos se você mesmo estiver prometendo um retorno no ano seguinte.
Milhares de pessoas vão a Munique nos 15 dias que antecedem o primeiro domingo de Outubro para o evento que acontece nos campos de Theresienwiese (alguns minutos ao sul da estação central). Acomodação nessa época é certamente um problema, os preços triplicam e hotéis e albergues estão lotados mesmo um ano antes do evento. A opção mais barata são os acampamentos, muitos dos quais providenciam barracas além de boas instalações, sendo o único incoveniente o fato de estarem localizados nos subúrbios da cidade. Nada que o eficiente transporte público não cubra, porém voltando bêbado no fim de noite e não tendo qualquer proficiência em alemão pode ser um grande problema. Tenha certeza de estar familiarizado com os trens e estações que o levarão até sua tão esperada cama, e faça a reserva com bastante antecedência.

Não é necessário, no entanto, fazer qualquer reserva para a Oktoberfest em si. A entrada é gratuita, porém algumas dicas úteis a saber:

Se está em um grupo de amigos, tenha certeza de chegar cedo ao local. Cervejas começam a ser vendidas as 11 da manhã, porém só são servidas aqueles que têm uma mesa. E, acredite, centenas de pessoas chegam as 8hs da manhã só para conseguir uma. Caso esteja em um pequeno grupo (2 ou 3 pessoas) opte por ir mais tarde (2 ou 3 da tarde) quando a maioria já está relativamente embriagada e a socialização simplificada (logo conseguir um lugar em uma mesa, ainda que só para pedir uma cerveja se torna uma tarefa demasiadamente simples).
Embora não seja cobrada a entrada, a cerveja (vendida a litro) custa de 7 a 10 euros. Deixe sempre alguma gorjeta para as garçonetes, pois elas tendem a voltar com frequência para mesas mais generosas. É comum deixar o troco, geralmente 1 ou 2 euros, por exemplo.
Não se engane, um ou dois litros vão lhe deixar provavelmente bêbado. A cerveja chega a ter 10% de álcool e uma boa idéia é pedir metade cerveja/metade limonada a partir de certo momento. Ajuda a manter um certo nível de hidratação também, minimizando a ressaca no dia seguinte.
Tente ficar dentro das tendas, a diversão é garantida com as bandas ao vivo e todo o pessoal dançando. Suba nas cadeiras, mas cuidado para não se empolgar demais e subir nas mesas. Este que escreve foi expulso de uma tenda por fazê-lo repetidamente ignorando alguns avisos.
Finalmente espere encontrar dezenas de pessoas, fazer muitos amigos de bebedeira e toda e qualquer educação ir por terra quando a noite chegar. Mas não se preocupe, a experiência é inesquecível e a camaradagem prevalece o tempo todo.
Um bom conselho é tentar fazer os passeios e tours antes de ir para a oktoberfest, pois é provável que uma vez que se tenha ido ao evento você queira dedicar todo o resto de sua estadia a ir novamente.

Oktoberfest Oktoberfest

Custos e dicas gerais
Voe barato para a região, a partir de cidades européias, contando com o aeroporto de Memmingen (Allgau). Ryanair tem vôos regulares a partir de Londres, Barcelona, Dublin, dentre outras. A pequena cidade localiza-se,porém, a 100 kms de Munique. Há serviços de ônibus direto do aeroporto que custam em torno de 15 euros por pessoa (metade do preço se reservado pela internet). Uma boa opção para grupos de viajantes é pegar um táxi até a estação de trem de Memmingem e de lá o trem para Munique. A viagem se torna mais rápida e mais barata.
– Cerveja Erdinger nos bares e restaurantes por volta de 3.50, não deixe de tomar Erdinger com Coca-Cola. Um pouco estranho no começo, mas viciante depois.
– Entre no espírito da Oktoberfest, compre seu Lederhosen. O original de qualidade chega a custar 300 euros, porém há uma versão barata e de razoável qualidade nas lojas C&A. Mas espere gastar uns 150 euros por essa versão. Vale pela diversão!

2 comentários

  1. A really nice review about our region. Thanks for that

    Nice Greetings from Regensburg
    sven&andrea


  2. Boa noite. Estou fazendo uma pesquisa sobre a Oktoberfest, e li este post. Nunca tinha lido o blog, é muito legal. Estou indo à Oktoberfest pela primeira vez, e hoje comentaram comigo que seria necessário reservar para as tendas, senão na hora não consegue sentar e beber. O que vc acha? Realmente posso ir tranquilo sem reserva? Desde já, agradeço a ajuda.



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: